Sábado, 23 de Setembro de 2017
fb tw yt

A História

Fundada em 18 de agosto de 1986, a Associação Nacional dos Membros das Carreiras da Advocacia Geral da União – ANAJUR, pioneira entidade de classe, de âmbito nacional, representativa dos integrantes das carreiras jurídicas da Advocacia Geral da União, prima por uma atuação íntegra, transparente e ética.

Com sua expertise, atuou de forma incisiva na elaboração de nossa primeira Constituição Cidadã, ao desempenhar importante papel na criação da AGU, e no reconhecimento da Advocacia Pública Federal como carreira essencial à Justiça, durante a Assembléia Nacional Constituinte, promovendo moções enérgicas junto aos parlamentares, ocasião em que contou com a decisiva militância dos assistentes jurídicos e também do honroso jurista e escritor brasileiro Saulo Ramos.

Esse importante segmento da advocacia nasceu da necessidade de organizar, em Instituição única, a representação judicial e extrajudicial da União, assim como as atividades de consultoria e assessoramento jurídicos dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), cabendo então ao Ministério Público as funções representativas, e à Advocacia Consultiva, as atividades de assessoramento e consultoria jurídica.

Seu embrião surgiu durante o Plano Cruzado, ainda no governo do José Sarney, onde, encabeçados pelo ilustre Saulo Ramos, os assistentes jurídicos de todos os ministérios realizaram um notável trabalho conjunto, convencendo o Chefe do Executivo da necessidade de chancelar oficialmente a criação de uma advocacia de Estado.

E assim ele o fez. Em 08 de setembro de 1986, nasceu a Advocacia Consultiva da União. Os assistentes jurídicos dos ministérios das mais diversas áreas de atuação manifestaram seus cumprimentos ao Presidente, que já haviam, um mês antes, fundado a Associação Nacional dos Assistentes Jurídicos da União – ANAJUR, hoje denominada de Associação Nacional dos Membros das Carreiras da Advocacia-Geral da União.

Nesse diapasão, com o propósito de resgatar a história da ANAJUR, hoje com 25 anos, que se entrelaça com a da Advocacia-Geral da União, cuja primeira maioridade foi recentemente atingida ao completar 18 anos, tornando-a de conhecimento geral, a nossa associação lançou obra inédita denominada: “Anajur 25 anos - Um olhar sobre a Advocacia Pública Brasileira”, composta por artigos de juristas, parlamentares e profissionais consagrados, cuja atuação contribuiu para a construção de um ideal do que seria uma advocacia pública voltada para a defesa do Estado e da sociedade brasileira, com a retomada do Estado Democrático de Direito.

É por isso que a associação não poderia deixar de lançar no ano de 2011, carimbo e selo comemorativos de seu Jubileu de Prata. O último, aliás, se traduz em justa e inédita homenagem ao jurista e escritor brasileiro Saulo Ramos que, a exemplo do Presidente Juscelino Kubtischek, alvo de ferrenhos opositores ao projeto de criação de Brasília, revelou-se como incansável defensor da criação da AGU, não poupando esforços ao lutar contra o poder dominante da época para consolidá-la.

Por derradeiro, desde sua fundação, a ANAJUR firmou-se como pilar da categoria, contribuindo de forma inestimável para o aperfeiçoamento da Advocacia Geral da União e, por conseguinte, para a efetivação dos direitos e interesses dos seus pares, não restringindo a sua atuação ao ambiente associativo, com isso viabilizando, a concretização de políticas públicas, desenvolvidas pelo Governo, assegurando aos cidadãos o acesso ao emprego, à educação, à moradia, dentre outros benefícios essenciais.

Parceiros e Convênios