Segunda, 20 de Novembro de 2017
fb tw yt

No dia em que a Associação Nacional dos Membros das Carreiras da Advocacia-Geral da União – Anajur comemora seus 31 anos de existência, a diretoria da entidade se reuniu em Brasília para discutir as principais diretrizes para a atuação nos próximos meses. Em tempos em que os direitos dos servidores públicos estão sendo ameaçados, a reunião no momento do aniversário da associação é ainda mais oportuna, apontando para o futuro de lutas.

A Anajur é reconhecida pela sua longa história de representação dos integrantes das carreiras jurídicas da Advocacia Geral da União, principalmente no processo de construção e desenvolvimento da AGU. Presentes desde antes Assembleia Nacional Constituinte, os associados da Anajur atuam diuturnamente para fazer valer os direitos da Advocacia Pública enquanto Função Essencial à Justiça, conforme previsto no Texto Constitucional.

Agora em 2017, além das principais pautas que são necessárias para a melhoria de condições dos Advogados Públicos Ativos e Aposentados, é tempo de união com todos os servidores públicos a fim de combater a diminuição salarial das carreiras iniciais e o congelamento de reajustes dos servidores. Como membros da AGU, sabemos das consequências nocivas dessas medidas para a prestação dos serviços públicos.

A Advocacia-Geral da União, apesar da notória deficiência da quantidade de pessoal nas carreiras de apoio e das dificuldades estruturais em diversos pontos do país, faz um trabalho admirável de defesa do erário e de recuperação de recursos da Administração Pública, tornando-se peça fundamental no processo de reequilíbrio da economia. A ação anunciada pelo Governo Federal, assim, mostra-se contrária às necessidades do país.

Diante do cenário futuro, os diretores da Anajur seguem reunidos em Brasília para construir as principais estratégias de enfrentamento, seja por meio do convencimento parlamentar, seja por meio do auxílio do judiciário.

Encamparemos mais essa luta, sem nos esquecermos das demais demandas dos nossos associados, como a participação dos aposentados no Conselho Curador dos Honorários Advocatícios - CCHA, o escalonamento dos recursos provenientes dos honorários devidos aos ativos e aposentados e a possibilidade de inclusão da folha de pagamento dos Advogados Públicos Aposentados na estrutura de gestão de recursos humanos da própria AGU, além das ações que tramitam no judiciário que diuturnamente acompanhamos.

A nossa história de luta segue sendo escrita. Parabéns a todos os membros da Anajur!

Parceiros e Convênios